Intoxicação por medicamentos em criança mata!






A falta de atenção dos pais e a curiosidade dos filhos, têm causado um problema sério… a intoxicação por medicamentos que tem aumentado nos últimos anos entre crianças de 1 à 4 anos. Deixar os remédios ao fácil acesso dos pequenos é um descuido que pode ser evitado. Eles devem ser guardados em um local seguro longe dos olhos e do alcance deles. De acordo com o Centro de Assistência toxicológica de Pernambuco, em 2017 foram 1.213 casos de intoxicação, 302 deles envolvendo crianças. Número maior que no ano anterior, quando foram registradas 1.036 intoxicações no estado, com 269 crianças.

Os pais precisam ficar atentos aos sintomas, até porque, muitos tomam os remédios escondido, o médico Francisco Chagas passa as orientações: “Os pais devem observar se existem manchas vermelhas no corpo dos filhos, ou se eles estão com algum tipo de coceira, se isso for identificado, a criança precisa ser levada o quanto antes ao hospital.”

Assim que chegar ao hospital, a criança precisa ser atendida logo… intoxicação por medicamentos pode provocar o fechamento de glote impedindo a respiração, parada cardíaca ou parada respiratória, levando à morte da criança.

 

Barragem do prata cheia!!






 

Uma imagem que traz alívio, a barragem do prata que fica em Bonito, no Agreste, está quase cheia! Ela tem capacidade para acumular 42 milhões de metros cúbicos de água e abastece 10 cidades, Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe, Toritama, Agrestina, Altinho, Passira, Riacho das Almas, Ibirajuba, Cachoeirinha e Cumaru. Para se ter uma ideia, no mesmo período do ano passado, a barragem estava com 26% da sua capacidade, agora ela está com 85%. As chuvas que caíram na região nos meses de maio e junho do ano passado contribuíram para que o nível da barragem subisse, nível que está sendo mantido com as chuvas de agora no mês de janeiro.

Ela chegou a entrar em colapso no início de 2017 e em fevereiro começou a receber água do Sistema Adutor do Pirangi, barragem que foi feita como forma de apoio para o abastecimento da região, como a barragem está cheia, o sistema só vai ser utilizado quando for preciso.

Por enquanto, o Sistema da adutora está em fase de testes, graças a ele as cidades de Toritama, Santa Cruz e Passira também estão recebendo água e possivelmente no mês que vem os testes acabam e a água vai chegar regularmente nas torneiras.