Mês de Junho bem positivo pro Caruaru Shopping






Um centro de compras completo, que oferece ao cliente da comida à diversão, com uma infinidade de opções de segmentos e produtos, também com a criatividade de eventos que fazem sucesso com os caruaruenses e turistas dando a oportunidade para cada membro da família suprir suas necessidades e saírem satisfeitos e felizes! Isso é o diferencial que faz com que a movimentação no Caruaru Shopping seja intensa todos os dias, em qualquer horário.

Prova disso que é que em mais um levantamento de dados de crescimento econômico, o Caruaru Shopping comprovou que vem correspondendo acima de todas as expectativas. Somente no mês de junho, o centro de compras e convivência obteve um aumento de 21% nas vendas e frequência de visitantes, sobretudo impulsionado pelas ações que fizeram toda a diferença no mês de junho.

A movimentação positiva das vendas vem da confiança que o público de Caruaru e toda região tem no Caruaru Shopping. Esse ponto torna-se ainda mais evidente quando o assunto parte para a variedade das lojas e serviços oferecidos, além do mix de restaurantes que fizeram do espaço referência no âmbito da gastronomia, com estabelecimentos para atender aos paladares mais exigentes.

Esse crescimento passou a ser uma realidade quando são levados em consideração fatores como abertura de novas lojas; estratégias pensadas e firmadas entre a administração e os lojistas; lançamento de projetos que trouxeram mais comodidade e aproximação com o público, além dos investimentos em infraestrutura, o que engloba estacionamento, serviços e espaço específico para a realização de eventos.

Só no mês de junho, além da variedade gastronômica, o público também aproveitou a Feira Livre Cultural, que trouxe artigos tradicionais que são encontrados nas feiras, entre artesanato e comidas típicas. Teve também o Expresso São João, que funcionou pelo primeiro ano, disponibilizando o estacionamento do Shopping para o público que seguia para Parque de Eventos Luiz “Lua” Gonzaga, com ônibus direto.

“Mês a mês, a meta de crescimento traçada pela WA Empreendimentos, empresa responsável pela administração do centro de compras e convivência, vem sendo batida. Isso é bastante positivo para nós quanto empresa, mas também para o público, que conta com serviços diferenciados e que atendem a todas as suas necessidades”, reforça o superintendente do Caruaru Shopping, Marcus Belarmino.

Barro bombando na Feneart!






Conhecendo um mundo cultural! É assim que você se sente quando visita a FENEART! Na sua 18ª edição, ela acontece no Centro de Convenções no Recife até o dia 16 de julho. O tema deste ano é “A arte é a nossa bandeira”, andando pelos incontáveis corredores encontramos pessoas de quase todas as cidades de Pernambuco, todos os estados de Brasil e de 33 países! São mais de 5 mil expositores e os relatos são sempre os mesmos: “Estamos na maior feira de artesanato do Brasil, todos queriam estar aqui”.

E a feira não é considerada a maior do Brasil, mas sim da América Latina!! Isso é possível perceber pela quantidade de visitantes, só nessa edição mais de 117 mil pessoas já passaram por aqui, imagina então a quantidade de negócios que são feitos.

Além das rendas e doces de Pesqueira, das esculturas de madeira de Nazaré da Mata, dos santos de Ibimirim, os doces de Minas Gerais, decoração e bijuterias do Mato Grosso… peças em cerâmica, vidro, metal, couro, papel, pedra, palha, tecido, uma infinidade de opções!!

Se tem uma área que se destaca é o artesanato de Caruaru, afinal não é qualquer cidade que comporta o maior centro de artes figurativas das Américas, o ALTO DO MOURA. Nesta edição, inclusive, o evento presta uma homenagem ao artesão caruaruense Manoel Eudócio que foi considerado um Patrimônio vivo de Pernambuco, com mais de 70 anos dedicados à arte do barro, sendo discípulo do Mestre Vitalino e faleceu aos 86 anos em 2016.

Os 8 filhos herdaram o dom do pai e estão presentes na feira, como outros artesãos: dona Marliete com suas miniaturas, os famosos bustos da nega maluca de seu Luiz Antônio, o capricho das peças de Dona Socorro e Leonildo e tantos outros que levam essa linda cultura Brasil e mundo afora! Que orgulho…

O horário é das 14h às 22h (segunda a sexta)

Das 10h às 22h (fim de semana)

E os valores: R$ 10 e R$ 5 (meia-entrada), de segunda a quinta

R$ 12 e R$ 6 (meia-entrada), de sexta a domingo

 

Tragédia anunciada!






Desde o começo da semana não se fala em outra coisa em Garanhuns e região. O desabamento de um prédio de 3 andares no bairro Aluízio Pinto, eu cheguei na TV na segunda-feira e segui viagem para Belo Jardim para uma pauta previamente marcada, quando fui informada que precisava ir urgente pra Garanhuns porque o prédio tinha caído e existiam duas pessoas soterradas nos escombros. Seguimos e ao chegar próximo ao local muita gente aguardava com ansiedade por notícias, tivemos acesso ao quintal da casa vizinha e acompanhamos de perto o trabalho do corpo de bombeiros que durou 12 horas.

A cada minuto que se passava a tensão aumentava, lá fora histórias impressionantes… o dono de um dos apartamentos resolveu de última hora viajar levando a família, ele estava chegando de viagem na manhã da segunda-feira quando se deparou com o fim de seu lar, mas agradeceu o livramento. Às 16h30 Antônio Arcoverde, de 32 anos foi localizado pelo corpo de bombeiros, estava morto! Seu Edval Soares foi encontrado às 18h, também já morto! E ele morreu como herói, escutou os estalos e começou a avisar aos vizinhos que o prédio ia cair, ele saiu com a família e resolveu voltar para pegar documentos, então o prédio desmoronou! No apartamento da família de  Antônio, heroína foi a pequena bebê de apenas 20 dias, antes das 6 horas da manhã ela chorou com fome, o que fez a mãe acordar e seguir para o quarto da recém-nascida, então quando o prédio caiu, Genicélia abraçou e protegeu a filha dos escombros, chamou por socorro e foi salva junto com ela, o marido que dormia no quarto do casal não teve a mesma sorte. Se a pequena não tivesse acordado, talvez os três tivessem morrido.

Bebê de 20 dias recebendo os cuidados do Samu

Olhar para esse cenário de como tudo ficou depois da tragédia é desolador, parecem cenas de um filme de guerra.

Casas vizinhas destruídas

Um dos moradores relatou que no apartamento dele, tinham muitas infiltrações e rachaduras e que a defesa civil do município foi avisada, mas que o laudo indicava que o local estava fora de perigo e que eles podiam continuar morando lá. O que dá pra perceber é que o prédio era sustentado por essas colunas de concreto:

Todas as evidências serão avaliadas pela polícia civil que começou a investigação ouvindo testemunhas, moradores e já identificou a empresa responsável pela construção do prédio, se trata de uma construtora de pequeno porte que, inclusive, tem outras construções em andamento na cidade. A perícia deve apontar as possíveis motivações da queda se foi por consequência de  fenômenos naturais, falhas no projeto, na construção ou uso de material de má qualidade e a partir daí vai determinar se houve crime e os responsáveis serão punidos.

Enquanto isso, a defesa civil interditou os apartamentos dos outros dois blocos do conjunto residencial que fica no bairro Aluízio Pinto e das casas no entorno que foram danificadas e parcialmente destruídas com os escombros, estão todos muito assustados. Uma das moradoras do bloco B me relatou rapidamente quando estava aflita fazendo a mudança dela pra casa da irmã que desde segunda não consegue dormir direito, escutando o tempo inteiro o barulho da queda e os gritos de pedidos de socorro. Fica agora nossa torcida para que os que ficaram possam se reerguer o mais rápido possível, fé eles têm e a energia positiva e solidariedade do povo pernambucano também.

Confira na reportagem abaixo mais detalhes sobre o começo das investigações: